Jñana Yoga

Començe a vivir a realidade do Espíritu

Um dos métodos de Yoga mais difíceis de praticar é o Jñana Yoga, exigindo muita força de vontade e determinação. Seus caminhos são permeados de conhecimento, sabedoria, discernimento intelectual e investigação de sua própria natureza.

Sua intenção é que, a partir da eliminação de pensamentos advindos de percepções erradas sobre a vida e sobre si, passa-se a viver a Realidade de Espírito.

O Jñana Yoga vai muito além da filosofia e da memorização de mantras e da escritura, ele é o entendimento da Verdade Única. Esta consiste na crença de Deus e sua preexistência e imutabilidade. Deste modo, o praticante tem uma experiência em unidade com Deus, sem véu, sem vidro, sem ignorância, um contato próximo com Deus. Um relacionamento tão profundo como este só é possível através do altruísmo, do amor a Deus e com a força da mente e do corpo.

Os quatro meios para a salvação.

Dentro da filosofia do Jñana Yoga, foram pautados quatro meios para que a pessoa alcance a salvação. Eles dizem sobre o pensamento reflexivo, o desapego, as virtudes e a libertação do mundo.

  • Viveka (discriminação): o yogi deve ter a capacidade de saber diferenciar o real do que é irreal. Dentro disso, a oposição entre o que é eterno e temporal. Somente através deste conhecimento é possível ter uma vida justa para si e para os outros.
  • Vairagya (desapego): este é o passo seguinte ao Viveka, pois deve ser a prática constante em se desligar de tudo o que é temporário. Ao se concentrar em tudo o que seja eterno, haverá despertamento espiritual.
  • Shad-sampat (os seis virtudes): os praticantes de Jñana Yoga devem praticar constantemente algumas virtudes – o controle da mente (Sama), o controle dos sentidos (Dama), a renúncia de atividades que não são funções (Uparati), a resistência (Titiksha), a fé (Shraddha) e a perfeita concentração (Samadhana).
  • Mumukshutva: este meio diz sobre o intenso desejo focado para o moksha, que é a libertação dos envolvimentos temporais relacionados ao ciclo de morte e renascimento.

Como praticar o Jñana Yoga

Mesmo sendo um Yoga que requer envolvimento completo e constante de todas as áreas de sua vida, ele também contempla a prática da meditação. De modo que ensinamos a melhor maneira de meditação para ele, com 8 passos:

    1. Sente-se sobre o tapete de ioga na posição confortável de pernas cruzadas. Você pode escolher as seguintes posturas: o Sukhasana, o Ardha Padmasana, o Padmasana e o Vajrasana.
    2. Feche os olhos e comece a se concentrar em sua respiração. Inspire e expire profundamente até acalmar a mente e o corpo.
    3. Comece a se livrar de tudo que está ao redor de seu corpo, das paixões mundanas e das emoções. A partir de então, não deixe que pensamentos entrem em sua mente.
    4. Com a mente calma e limpa, longe de qualquer perturbação ambiental, você está totalmente pronto para meditar segundo o Jñana Yoga.
    5. Por promover o conhecimento sobre o verdadeiro eu, o praticante passa a se concentrar em buscar a verdade sobre a sua intuição interior.
    6. Comece a descobrir fatos sobre si mesmo. Faça-se, mentalmente, perguntas sobre si e tente buscar as respostas sobre ela.
    7. Permaneça em meditação o tempo que for possível. Somente termine quando encontrar todas as respostas para as perguntas feitas.
    8. Antes de sair da meditação e se levantar, tome alguns cuidados. Não abra os olhos até sair completamente da meditação. Ainda com os olhos fechados esfregue as palmas da mão uma contra a outra, gerando calor, e coloque sobre os olhos. Depois, abra-os lentamente.

Se você gostou, não esqueça de avaliar

Avaliação: 0/5 (0 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!
Você também pode ler este conteúdo em espanhol aqui br Jñana Yoga

Participa, deixe seu comentário